segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

BIFURCAÇÃO


Muitas vezes nos encontramos em momentos de decisões. Em alguns momentos estas decisões são de cunho espiritual, pois, às vezes se trata de abandono de um costume pecaminoso. Em João 8. 3 – 11, uma mulher se viu em situação de pena de morte, sob a acusação de adultério. Ao seu redor, mestres da lei e fariseus com pedras nas mãos, a sua frente, Jesus inclinado escrevendo no chão. Para esta pobre mulher não havia saída, era morte na certa, talvez estivesse em prantos e desesperada, não tinha mais perspectiva de vida. Então Jesus se levanta e diz para atirar a primeira pedra aquele que estava sem pecado, voltando a escrever no chão. A mulher que estava sendo acusada começa a perceber que todos que estavam ali, vão saindo um a um. Porém, ainda estava diante dela Jesus, o único capaz de julgá-la, pois não havia pecado nele. Então Jesus pôs-se de pé e perguntou-lhe: “mulher, onde estão eles? Ninguém a condenou?” Ninguém, Senhor, disse ela. Declarou Jesus: “Eu também não a condeno, Agora vá e abandone sua vida de pecado”. (v. 10 e 11 - NVI) É nestas horas que nos vemos em uma bifurcação onde, um lado nos leva para a morte e outro para a vida. Não temos muito que escolher, Jesus nos dá a chance de arrependimento, escreve no chão e nos mostra tudo aquilo que estamos fazendo de errado e que, se insistirmos no erro é morte na certa. Ele nos defende de qualquer acusação, começa a escrever agora toda a contra-acusação que nos absolve do erro, há perdão. Porém, Ele nos dá uma advertência: “... vá e abandone sua vida de pecado”. Para abandonar uma vida de pecado é preciso coragem, por isso que a bíblia diz que os covardes não herdarão o Reino de Deus (Ap. 21. 8). É preciso ser forte e corajoso para resistir e vencer aquilo que nos coloca distante de Deus. Quanto mais estamos longe de Deus mais e mais nos afastamos de sua Graça. Quanto mais longe de sua Graça, mais perto da morte estamos. É necessário que tenhamos cuidado com o espírito para que nossa alma se salve, pois o Reino de Deus é espiritual e a carne não a herdará (I Co 15).

Deus te abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário